Esportes Postado por datapage - 18 de março de 2015 23:36 | Atualizado há 4 meses

Toninho Português, o homem de todos os esportes em Rio Verde

diario da manha

José Carlos Vieira ,Especial para Opinião Pública

Ele está presente no handebol, futebol, voleibol, karatê, basquete, atletismo, futsal e todos os eventos que valorizam o corpo e mente dos atletas. Antônio Matos Cardoso, o Toninho Português, com 53 anos de idade e um passado glorioso como goleiro, é o secretário de Esportes em Rio Verde, promovendo uma verdadeira revolução em sua secretaria ativa. Une as cidades, discute calendários, escala juízes para apitar nos distritos e não economiza no futebol da zona rural. Ama o esporte e é o homem certo no lugar certo, dando suporte para os 4 cantos da cidade e região. Torcedor fanático do Corinthians, tem uma vida ligada ao esporte de forma determinada. Foi presidente do Clube Campestre, valoriza as viagens dos atletas e sabe do valor do esporte em cada pedaço de chão. Toninho Português, um brasileiro que vive para o esporte e sabe reconhecer o valor dos amigos e dos atletas. Incentiva o intercâmbio.

Ele é bem assessorado pelos servidores Flauber, Linomar Melo, Tom da Bola, Jaílton, Wmarley Ataídes, Fábio, Letícia Lima, e tem em Edvan Lima o seu representante na zona rural. Formado em Direito, tem uma brilhante biografia dentro do esporte municipal, catalogando todos os bairros e dando atenção para quem gosta de exercitar seu corpo. Foi escolhido pelo prefeito Juraci Martins de Oliveira para ser secretário de esportes e provou que o chefe do Executivo estava correto. O seu celular não para de tocar e ele atende a todos, com discrição, carinho e responsabilidade. Já viveu muitas emoções dentro do esporte bretão e diz que o seu Corinthians é motivo de muitas alegrias dentro das quatro linhas. Filho de descendentes de portugueses, fez de sua rotina um meio saudável de vida, fechando o gol no Futsal do TG ou Martins Borges, ou abrindo as portas para o atletismo. Sabe que muito ainda é preciso ser feito, mas ama o seu trabalho sabendo ajudar nos campeonatos de máster da Vila Canaã, São Tomaz, Eldorado, resgatando jogadores que haviam abandonado as chuteiras. Ele diz: “Faço o que gosto e no final do mês ainda recebo por isto; agradeço pela confiança, pois sei estar no caminho certo”. É um grande leitor do Diário da Manhã e de outras publicações, procurando se atualizar todos os dias. E promove históricos campeonatos femininos da bola pesada.

Toninho circula pelas quadras, recebe relatórios das partidas e analisa o calendário esportivo do ano, sabendo ouvir os diretores e atletas das mais variadas situações e vocações. Já chegou a apoiar um torneio de Futsal jogado num campo de terra batida. Isso mesmo, bola de futsal rolando no chão dos bairros e ele conhece cada setor e direção esportiva. O atleta de ontem, o secretário humilde e competente de hoje, fazendo do esporte um escudo contra as drogas e outros descaminhos da juventude. Realiza os campeonatos das séries A e B. Aposta na prática esportiva como descoberta de novos talentos, seja Pablo, Maureni, Thaíse, Elias no atletismo ou Nenê, Vinícius, Leandro no Futsal. Para Toninho Português esporte é saúde, alegria, união, terapia, descoberta de talentos, uma ponte entre o exercício físico e a integração social, justamente numa sociedade carente de opções de lazer. Nos campos, quadras, pistas, gramados, procura comparecer ou mandar seus representantes para valorizar as disputas. Une as esferas profissionais e amadoras. Organiza seus campeonatos dentro do orçamento traçado pela sua secretaria, pois não gosta de fazer promessas e não cumprir, consolidando a figura do homem sério. Mesmo sendo um respeitado secretário cultiva seus diversos amigos, aparecendo em festas, reuniões particulares com muita simplicidade e seu jeitão cordial. Aceita críticas, briga por seus interesses, faz reuniões permanentes com atletas e servidores e procura fazer parcerias com o vereador Luís Doido, outro abnegado do esporte. Para Toninho a melhor forma de cultivar um bom corpo é exercitá-lo, e para isso a prefeitura mantém uma academia para os idosos justamente ao lado da sede da Secretaria de Esportes. Ele é o homem certo no lugar certo e sua atuação contagia a todos, mostrando que quem faz o que gosta merece divulgação e reconhecimento. Um gol de letra contra o sedentarismo no sudoeste goiano.

 

(José Carlos Vieira, escritor e jornalista do Jornal Folha da Cidade, Rio Verde, E-mail [email protected])

Comentários