Entretenimento Postado por datapage - 5 de novembro de 2015 13:24 | Atualizado há 4 meses

Curiosidade do ato de brindar em 9 países

diario da manha

Uma das grandes experiências durante uma viagem é tentar se adequar aos costumes locais. Encaixar-se em determinados comportamentos, como cultura, religião, entre outros, muitas vezes chega até a ser obrigatório. Escolhemos um hábito bem comum em todos os cantos do mundo que representa a felicidade, mas que, ainda assim, possui uma série de particularidades: o momento de brindar. Veja abaixo diferentes situações em 9 países.

Grécia: o anfitrião sempre tem um papel de destaque durante um encontro, mas na terra dos deuses gregos ele também é a peça principal na hora do brinde. O convidado deve se dirigir a ele dizendo “stin igia mas”, que significa “à nossa saúde”. Além disso, nunca brinde com uma bebida que não tenha álcool por lá, eles acreditam que isso pode dar azar.

Rússia: para os russos, oferecer uma bebida é uma demonstração de confiança e amizade, portanto rejeitar é extremamente ofensivo. Além disso, como todos sabem, a vodka é a bebida tradicional do país e ela nunca deve ser misturada com outra bebida.

Itália: eles são restritos apenas à água e ao vinho durante suas refeições, por isso, se você pedir algo diferente, saiba que será visto com olhares estranhos pelos italianos.

Repúblia Checa: não pense em olhar para o seu copo, ou para qualquer outro lado quando estiver no momento do brinde. Eles levam este comportamento muito a sério e, no momento do cheers, você não pode desviar o olhar da pessoa com quem está brindando.

Holanda: o país tem uma das situações mais engraçadas e curiosas: quando trata-se de beber whisky, os holandeses criaram o método “cabeçada”, na qual, com as mãos para trás, você tem que beber um gole e, logo em seguida, tomam a cerveja por cima.

Egito: não se preocupe em servir a si mesmo, mas sim em preencher o copo de seus amigos. Por lá o costume é aguardar que alguém encha seu copo e, se necessário, não hesite em completar o copo de seus amigos.

Hungria: tem um dos exemplos mais curiosos no aspecto histórico: em 1848, 13 revolucionários foram executados e os assassinos comemoraram brindando, batendo canecas de cerveja. Por este motivo, já são mais de 150 anos que este comportamento é considerado ofensivo.

China: a primeira bebida é sempre tomada de uma vez e, logo em seguida, os copos devem ser colocados sobre a mesa de ponta cabeça, para comprovar que estão realmente vazios.

Turquia: você tem que beber um copo do clássico Raki, também conhecido como ‘leite de leão’. Mas nunca cometa o erro de pedir somente para você, pois é uma falta de educação tremenda. Sempre peça uma garrafa, para que a bebida possa ser aproveitada por você e as outras pessoas na mesa.

unnamed (3)

 

Comentários